O novo Conselho Nacional do PSD, eleito no domingo em Congresso, vai reunir-se pela primeira vez no domingo para aprovar a lista conjunta com o CDS-PP às eleições europeias de 25 de maio.

Na agenda desta reunião, que terá início às 21:00 de domingo, num hotel de Lisboa, estão também a análise da situação política e a ratificação do acordo de coligação entre o PSD e o CDS-PP para as europeias, disse à agência Lusa um dirigente nacional social-democrata.

No sábado, o presidente dos sociais-democratas e primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, confirmou perante o Congresso do PSD que o número da lista conjunta com o CDS-PP às europeias vai ser Paulo Rangel, seu ex-adversário interno e atual eurodeputado.

O presidente do CDS-PP e vice-primeiro-ministro, Paulo Portas, já tinha anunciado que Nuno Melo seria o primeiro nome indicado pelos centristas para essa lista conjunta que está a ser negociada pelos dois partidos.

O Conselho Nacional do PSD eleito no domingo inclui como novidade o ex-ministro adjunto e antigo secretário-geral deste partido Miguel Relvas, que encabeçou a lista de Pedro Passos Coelho ao órgão máximo dos sociais-democratas entre congressos.