O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, considerou esta segunda-feira que Vítor Gaspar exerceu as funções de ministro de Estado e das Finanças com «elevado sentido de Estado», agindo «em defesa do interesse nacional», com «total dedicação e lealdade».

Vítor Gaspar sai do Governoa

Numa nota divulgada à comunicação social, o gabinete do primeiro-ministro confirma que Pedro Passos Coelho «comunicou esta tarde ao senhor Presidente da República o pedido de demissão que lhe foi apresentado pelo doutor Vítor Gaspar do cargo de ministro de Estado e das Finanças».

Sem referir o motivo desse pedido de demissão, nesta nota, «o primeiro-ministro sublinha o elevado sentido de Estado manifestado pelo doutor Vítor Gaspar no desempenho das suas funções».

Segundo Passos Coelho, Vítor Gaspar exerceu as funções de ministro de Estado e das Finanças «em prol da defesa do interesse nacional durante um período de elevadíssima exigência para o país e sempre com espírito de total dedicação e lealdade».