Pedro Passos Coelho promete novos ciclos, quer no PSD quer no Governo que lidera como primeiro-ministro.

«Nós iniciamos um ciclo novo no partido e estamos a preparar também um ciclo novo no Governo», afirmou Passos Coelho em Alijó.

Já depois de neste sábado ter-se referido à necessidade de desagravar a carga fiscal para recuperar a economia, Passos Coelho apontou também baterias à evasão fiscal.

«Não podemos aguentar mais um aumento da carga fiscal embora precisemos de levar ainda mais longe o esforço do combate à evasão fiscal porque não é justo que aqueles que cumprem a suas obrigações tenham de ter a dupla penalização de pagar aquilo que lhes compete e de pagar por todos aqueles que não cumprem a suas obrigações e ficam com o não lhes pertence ilegalmente», exemplificou.

Passos Coelho avisou também que quem considerar as eleições autárquicas como «favas contadas» que possam abrir uma «crise politica» vai ter como resposta uma «cabeça bem erquida para esse novo ciclo político», pois, sublinhou, «quem faz o que deve não teme».