e sugeriu que iriam surgir mais notícias sobre o seu pagamento de impostos.

«Pode ter a certeza que eu, muitas vezes na minha vida, ou me atrasei, ou entreguei na altura que o Estado me exigiu aquilo que me era exigido. Ninguém esperará que eu seja um cidadão perfeito. Mas nunca deixei de solver as minhas responsabilidades», disse.







«Faço questão de o dizer aqui hoje, porque tive ainda ontem [segunda-feira] conhecimento de que há pelo menos jornalistas e [um] jornal que querem expor aspetos da minha vida fiscal, comuns de resto a muitos milhares de portugueses, apenas com o propósito de querer sugerir que somos todos iguais».


«Talvez agora se perceba um bocadinho melhor as notícias que têm vindo a público de processos que foram instaurados ao nível da administração tributária por gente que, fora daquilo que são as suas obrigações profissionais, pretendeu conhecer detalhes da minha carreira fiscal».


«Não tenho nenhuma dívida ao fisco», disse, sem responder, no entanto, se no passado teve.



com documentos como exige a oposição