O deputado democrata-cristão Ribeiro e Castro renunciou, este domingo, ao cargo de presidente da comissão parlamentar de Educação, Ciência e Cultura, alegando razões relacionadas com o seu partido, CDS-PP.

«As razões da demissão que apresentei têm a ver com o meu partido. Lamento despedir-me por esta forma, facto que fica a dever-se unicamente a um contratempo ocorrido no último dia em que estivemos reunidos e à circunstância de, entretanto, termos estado em período de campanha eleitoral», afirmou Ribeiro e Castro, numa carta enviada aos colegas da comissão parlamentar, a que a Agência Lusa teve acesso.

Contactado pela Lusa, Ribeiro e Castro não quis prestar declarações este domingo, por ser dia de eleições.

Na carta, José Ribeiro e Castro agradeceu aos coordenadores dos partidos da maioria PSD/CDS-PP «nunca terem questionado a independência» com que exerceu as suas funções na presidência da comissão.

De acordo com o que indica na carta, a demissão de presidente da comissão parlamentar de Educação tem efeitos a partir de segunda-feira, dia 30 de setembro.