A maioria PSD/CDS-PP e o PS «chumbaram», esta quarta-feira, o projeto de resolução do PCP para renegociar da dívida, preparar saída do euro e controlo público da banca, enquanto o BE se absteve no ponto relativo à moeda única.

Os socialistas votaram ao lado de sociais-democratas e democratas-cristãos, mas vão apresentar uma resolução até sexta-feira sobre o assunto, tal como os bloquistas, para posterior discussão em plenário, a 22 de outubro, quando estiver também em cima da mesa a petição originada pelo denominado "Manifesto dos 74", que juntou diversas personalidades em março, a defender a reestruturação dos encargos externos portugueses.

O BE votou favoravelmente os pontos referentes à renegociação da dívida e ao controlo público da banca, embora se abstivesse no referente ao euro por considera-lo «irrealista no atual contexto».

PCP e PEV foram os únicos partidos a votar favoravelmente o texto: «Renegociar a dívida, preparar o País para a saída do Euro e retomar o controlo público da banca para abrir caminho a uma política soberana de desenvolvimento nacional».