“Em nome do Parlamento português quero manifestar o horror, repúdio e indignação pelos atentados terroristas de Paris e expressar a solidariedade democrática a França e aos seus representantes”, referiu Ferro Rodrigues em mensagem divulgada à agência Lusa.

“A intimidação violenta contra a vida em liberdade não pode fazer ajoelhar os nossos valores”, acrescentou.

Vários tiroteios no centro de Paris e três explosões junto ao Estádio de França, que as autoridades pensam ter sido ataques suicidas, provocaram pelo menos 40 mortos e 50 feridos em estado crítico.