O BE indicou hoje 27 de setembro ou 04 de outubro como as datas "aconselháveis" para a realização das eleições legislativas, sublinhando a necessidade de ocorrerem o mais cedo possível, mas também num "período de vida normal".
 

"Consideramos que as eleições devem ser marcadas a 27 de setembro ou 04 de outubro, que são as datas que são simultaneamente o mais cedo possível, mas também fazem as eleições serem num período de vida normal, ou seja, já com o ano letivo iniciado", afirmou a porta-voz do BE, Catarina Martins.


Catarina Martins, que falava aos jornalistas no final de uma audiência com o chefe de Estado, Aníbal Cavaco Silva, que está hoje a ouvir os partidos com vista à marcação da data das próximas eleições legislativas, disse que para o BE essas são as "datas aconselháveis" para a realização do ato eleitoral.
 

"É importante que as eleições decorram o mais cedo possível, mas também decorram numa normalidade do quotidiano", enfatizou.

 

Partido Os Verdes prefere eleições legislativas em outubro


O partido ecologista Os Verdes, que foram os primeiros a ser recebidos, disse hoje preferir que as eleições legislativas decorram em outubro, para afastar o período de campanha da época de férias e da época mais atribulada do início do ano letivo.
 

"Os verdes têm preferência que as eleições decorram no mês de outubro, 04 ou 11 de outubro mas não manifestámos uma preferência exata relativamente ao dia", afirmou a deputada de Os Verdes Heloísa Apolónia, em declarações aos jornalistas no final de uma audiência com o chefe de Estado, Aníbal Cavaco Silva, que está hoje a ouvir os partidos com vista à marcação da data das próximas eleições legislativas.


Sublinhando que o período de campanha eleitoral é uma altura de "profundo esclarecimento" aos eleitores e de debate das propostas dos partidos, Heloísa Apolónia justificou a preferência de Os Verdes pelo mês de outubro para afastar a campanha eleitoral da "época de férias e também da época mais atribulada do início do ano letivo".
 

"Julgamos que isso é importante para que com a maior serenidade toda a gente possa participar de uma forma intensa, estejam dispostos a conhecer as propostas dos partidos e a debater as propostas dos partidos", acrescentou.


Questionada se a realização das legislativas em outubro não poderá atrasar ainda mais a elaboração do Orçamento do Estado para o próximo ano, Heloísa Apolónia recordou que muitas eleições já decorreram nesse mês e "nunca houve nenhum drama".
 

"Outubro é o mês normal de ocorrência das eleições legislativas", frisou.


De acordo com a Constituição da República, as eleições legislativas terão de se realizar entre os dias 14 de setembro de 14 de outubro.