O PS vai apresentar em sede de especialidade um conjunto de propostas de "aperfeiçoamento" do Orçamento do Estado de 2016 (OE2016), e vai votar favoravelmente algumas outras propostas da esquerda, revelou à agência Lusa o líder parlamentar socialista.

Em geral [as propostas que o PS apresentará] serão propostas que não terão uma implicação orçamental significativa, ou que terão até um valor neutro, mas que serão importantes do ponto de vista dessa afinação e desse aprimoramento que é necessário introduzir em algumas normas", disse Carlos César, sem concretizar as medidas que o PS terá de apresentar no parlamento até sexta-feira, data limite para as propostas de alteração ao Orçamento.

O socialista falava à Lusa após uma visita à feira de turismo BTL, em Lisboa, visita que fez acompanhado por uma comitiva de deputados do PS.

Carlos César declarou ainda existir uma "grande abertura" do PS para apreciar propostas de alteração à esquerda - de Bloco de Esquerda (BE), Partido Comunista Português (PCP) e "Os Verdes" (PEV) -, e declarou que algumas das matérias merecerão voto favorável socialista.

Contudo, lembrou, há que ter em conta os "limites orçamentais existentes" e a "conformidade" das propostas da esquerda "com o programa e as orientações políticas centrais do Governo em funções".

Para além disso não podemos nem devemos ir", sinalizou.

César enalteceu também o setor do turismo e o seu papel na dinamização da economia portuguesa.

O PS entende o setor do turismo como um setor fundamental para a nossa economia", vincou o parlamentar, que lembrou também a "capacidade de gerar emprego" que o turismo tem.

O desafio agora "é melhorar a oferta, manter o número de dormidas ou ampliá-lo, e sobretudo aumentar o tempo de permanência dos turistas", prosseguiu o líder parlamentar socialista e também presidente do partido.

Durante pouco mais de uma hora, e acompanhado por quatro deputados do PS - Eurico Brilhante Dias, Luís Testa, Hugo Costa e Carlos Pereira -, César visitou os vários espaços de regiões portuguesas, provando aqui e ali iguarias típicas de algumas regiões.

No setor dedicado aos Açores, de onde é natural, César, que presidiu durante vários anos ao Governo regional, foi recebido entusiasticamente por vários presentes, e nessa ocasião também o secretário de Estado da Defesa, o socialista Marcos Perestrello, se juntou à comitiva de deputados do PS.