Constança Cunha e Sá comentou, esta sexta-feira, a posição de Ant+onio José Seguro perante a escolha do candidato do PS às eleições europeias. Para a comentadora, esta «é uma questão pontual que está a prejudicar imenso qualquer candidato do PS para estas eleições».

«Num primeiro momento, havia um candidato para as europeias, Francisco Assis. Nunca foi confirmado oficialmente, mas a partir de certa altura apareceu uma lista de candidatos. Não havia dia que a comunicação social apresentassem um candidato diferente. E depois percebia-se o problema do PS na escolha dos nomes. O Francisco Assis não podia ser porque era muito à direita, depois tinha que ir buscar um mais à esquerda. E no meio disto tudo o que é que faz o secretário-geral? Diz que tem um tempo adequado», afirmou a comentadora.

No entanto, Constança Cunha e Sá afirma que não sabe qual é o tempo adequado para Seguro, «mas é evidente que não é este».

«É evidente que António José Seguro deixou que este caldo se entornasse durante demasiado tempo. Porque não basta dizer que tem um timing para apresentar um candidato e dizer que o PSD não apresentou o dele», rematou.