No programa «Olhos nos Olhos», da TVI24, Medina Carreira considerou, esta segunda-feira à noite, que o país vai entrar num caminho descendente e perigoso com a saída de Vítor Gaspar. «Nós vamos entrar num percurso descendente e perigoso», sublinhou, acrescentado, no entanto: «Nota-se que Gaspar é uma pessoa desiludida».

O antigo ministro das Finanças acredita que Portugal não vai cumprir o acordo com a troika. «Não vamos cumprir [...]. Vamos ter um segundo ou terceiro resgate... Não vamos cumprir, não temos condições», considera.

Sobre a nova ministra, Maria Luís Albuquerque, Medina Carreira considera-a uma escolha infeliz devido à polémica em torno dos sawps. «É manifestamente [uma escolha] infeliz», sublinhou. A sua preferência ia para Paulo Macedo, o titular da pasta da Saúde. Taxativo, declarou: «Era o meu escolhido para as Finanças»