João Semedo diz que Paulo Portas vai fazer um número de fantasia política com a apresentação da reforma do Estado. Na TVI24 esta noite, o coordenador do Bloco de Esquerda esteve cara a cara com Nuno Melo, que diz que não se trata de uma reforma propriamente dita mas de orientações para o futuro.

«Todos os portugueses já perceberam que a reforma do estado é uma fantasia. Vai passar-se o que é habitual em Paulo Portas: um número de fantasia política», defendeu João Semedo.

«Acredito que o que teremos são orientações para o futuro e não uma reforma tecnicamente chamada. É o caminho para um estado menos pesado, mais barato e menos burocrático», defendeu, por outro lado, João Semedo.