O secretário-geral do PS «não disse uma palavra sobre como se pode crescer, e isso é que é fundamental», afirmou Medina Carreira nesta segunda-feira à noite na TVI24.

«O PS e o PSD estão para tratar de si», considerou também o comentador sobre a reunião de António José Seguro com o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, que se realizou nesta segunda-feira e durou três horas.

«Não vale a pena ouvir estes homens a três meses de eleições», disse Medina Carreira, acrescentando que o crescimento económico só poderá acontecer se Portugal conseguir atrair investimento estrangeiro.

Os temas do programa foram as leis laborais, os salários e os transportes, sendo que o convidado foi o economista Alexandre Patrício Gouveia. «Neste momento, a palavra de ordem é crescimento económico», afirmou, considerando que parte das reformas, após a entrada da troika no país, foram já feitas.



«O problema do regime de trabalho é que se veio de um regime bastante rígido», sublinhou Medina Carreira, salientando: «Há alguma ilusão sobre a formação. Não temos uma formação capaz. Este é um ponto da maior gravidade.»