Medina Carreira defende que eleições antecipadas colocariam o país no caminho da Grécia. Na TVI24, o comentador diz que Paulo Portas é quase chefe de Governo e tem oportunidade de mostrar o que vale.

«Se fossemos para eleições agora estaríamos a encetar o caminho da Grécia com muita rapidez», frisou no programa «Olhos nos Olhos», indo mais longe: «Paulo Portas é pela primeira vez um quase chefe de Governo. Os poderes que são conferidos a Paulo Portas são praticamente a governação».

No mesmo programa também esteve presente António Neto da Silva, economista e ex-secretário de Estado do Comércio Externo. Concordo que «as eleições não trariam nada de melhor», mas reconhece que «esta coligação é extremamente difícil de manter».