Manuela Ferreira Leite questionou, esta quinta-feira, no programa da TVI24 «Política Mesmo», que medida é que o Governo vai tomar face aos pedidos de reforma à espera de diferimento.

«O que é que vai acontecer às pensões daqueles que ainda não estão reformados?», afirmou a ex-líder do PSD.

Segundo Ferreira Leite, estava previsto que «quem estivesse à espera de diferimento do seu pedido não era apanhado pelo corte dos 10% mais a CES, ou seja, não havia a cumulação desses dois cortes».

«Mas parece que efetivamente, aquilo que se perspetiva, é que vai haver esses dois cortes em simultâneo mais a contribuição para a ADSE, mais a contribuição para a sustentabilidade do sistema. Tudo isso faz com que nenhuma pessoa, neste momento, que tenha pedido a sua aposentação, sabe quanto é que vai receber. E eu julgo mesmo que não sabe, não só as pessoas que pediram a sua aposentação, como as próprias responsáveis por essa matéria não são capazes de explicar. E portanto está-se aqui numa zona muito cinzenta, o que é uma coisa extremamente gravosa, e de consequências sérias na própria economia do país», concluiu.