Constança Cunha e Sá defendeu na TVI24 que é «uma falta de respeito» o Governo assumir que tem o relatório sobre os cortes definitivos nas pensões e salários e não o ter lido.

«Como é que uma ministra das Finanças e um primeiro-ministro vêm falar de cortes nas pensões, avisando logo que têm um relatório em cima da mesa, mas que ainda não tiveram tempo para ler. Isto não é uma falta de respeito para com as pessoas? Então não há tempo para ler o relatório que afeta milhões de pessoas? E ter o descaramento, impunidade de dizer isto em público?», disse.

Constança Cunha e Sá defendeu ainda que as entrevistas existem para «esclarecer» as pessoas e não para «confundir», salientando que o primeiro-ministro alega que é a oposição que queria ansiedade nas pessoas, mas na realidade é «este Governo que cria uma enorme incerteza nas pessoas e trata as pessoas com uma irresponsabilidade total».