A comentadora do programa Política Mesmo, da TVI24, Manuela Ferreira Leite afirmou que o caso do Novo Banco está a servir de cobaia, sob as orientações do Banco Central Europeu, para testar um conjunto de diretivas que mais tarde possam ser aplicadas a outras instituições financeiras, em situações semelhantes à do BES.

«Aquilo que tem sido feito são diretivas do Banco Central Europeu e é a primeira vez que estão a ser aplicadas. Estamos a servir de cobaias», destacou a comentadora.

Ferreira Leite sublinhou ainda que quem defende uma rápida venda do Novo Banco para «não haver uma grande perda de valor», acaba por contribuir para essa mesma perda.

Sobre a entrevista de Jorge Moreira Silva à TVI24, Ferreira Leite afirmou que a neutralidade fiscal assegurada pelo ministro «é uma fantasia» e só será verificada ao nível do orçamento, sem um efeito para os cidadãos.

«Os que pagam não são os mesmos que os que são abatidos. Fala-se que a redução será no IRC. Ora, se eu não pagar IRC paguei mais impostos e não recebi», explicou.

A comentadora referiu ainda que haveria outras formas de incentivar os cidadãos a tomarem opções ambientais mais acertadas, sem ser através de impostos, exemplificando com o caso da reciclagem que foi promovida através de campanhas de sensibilização.