Augusto Santos Silva discorda da proposta de lei do Governo que permitirá aos pais tomarem conhecimento dos pedófilos condenados que residam perto da sua casa ou da escola que os filhos frequentam.

«Discordo de todas as medidas que são um incentivo à justiça popular. A pedofilia é um crime particularmente repugnante, que deve ser combatido e em que a possibilidade de reincidência deve ser acautelada, até concordo que essas pessoas possam ser sujeitas a monotorização, mas a responsabilidade é das autoridades judiciais ou policiais», afirmou, na TVI24.

Para o comentador, esta «é uma medida tipicamente populista».

Augusto Santos Silva sugeriu que a notícia saiu no «Correia da Manhã», um dia depois de «um dia particularmente difícil para o Governo» na área da Justiça, com a entrada em vigor do novo mapa judiciário, «para nos pôr a discutir outras coisas».