Constança Cunha e Sá defendeu esta segunda-feira na TVI24 que o Portugal já não tem um Governo, mas sim um «grupo de zombies», referindo-se às afirmações contraditórias entre os vários ministros do governo de coligação. A jornalista da TVI24, lembra ainda tudo o que Portugal não podia fazer para evitar um «segundo resgate» que agora parece estar a chegar.

«O que assistimos hoje já não é um governo é um grupo de zombies que anda por aí, cada uma diz a sua coisa e diz as coisas mais desencontradas. Isto já nem sequer é um discurso, isto já não é nada», disse.

«Isto é forma de falar? É com esta irresponsabilidade que se anuncia um segundo resgate? Esta gente não tem tento na língua? Não sabe que não pode falar destas coisas assim, num encontro fortuito com os jornalistas. Isto é a prova provada de que isto falhou redondamente», continuou.

A comentadora da TVI24 lembrou que o segundo resgate foi motivo para evitar eleições antecipadas e agora o inevitável parece esta a acontecer. «Durante dois anos e meio o Governo convenceu-nos que não podíamos fazer nada se não seguir cegamente as orientações do Governo e da troika senão teríamos um segundo resgate. O que é que acontece? Estamos à beira de um segundo resgate».

«Não temos sequer uma luz ao fundo da vista, pelo contrário, temos um túnel ainda mais carregado, um futuro ainda mais incerto», conclui.