O Governo devia renegociar os prazos com a troika, caso contrário as medidas agora implementadas vão arruinar o país. Palavras de Medina Carreira, e também de Ângelo Correia, no programa Olhos nos Olhos na TVI24.

«Nós não temos condições e enquanto tivermos de aplicar estas machadadas não temos saída. Por isso é que a renegociação do prazo é a primeira condição para respirarmos e pormos o país a andar. Porque isso, como já expliquei aqui, tem duas consequências: primeiro, não é necessária a adoção de políticas drásticas de redução da despesa, teríamos um prazo mais longo para poder ajustar as políticas orçamentais. E depois teríamos tempo para fazer aquilo que não fazemos. Nós ainda hoje temos uma burocracia infernal, ninguém vem investir em Portugal com esta burocracia», justificou o antigo ministro das Finanças, nesta noite.