Marcelo Rebelo de Sousa considera que José Manuel Durão Barroso tem todas as condições para ser candidato à Presidência da República, mas deu «um tiro em si próprio» quando defendeu que um candidato tem que ser apoiado pelo PSD, CDS-PP e PS.

No comentário de domingo no «Jornal das 8» da TVI, Marcelo Rebelo de Sousa disse estranhar a entrevista de Durão Barroso ao semanário «Expresso». O comentador considerou que a entrevista foi «precipitada», já que, sublinhou, o atual presidente da Comissão Europeia é um dos presidenciáveis à direita.

Na entrevista ao «Expresso» Durão Barroso defendeu que o próximo Presidente da República deveria ser apoiado por PSD, CDS e PS, mas Marcelo Rebelo de Sousa não admite este cenário.

«Depois de 10 anos de um Presidente de direita [Cavaco Silva], o PS vai apoiar uma figura desta área? O PS vai ser implacável com as presidenciais», sentenciou o comentador.

Ministro Poiares Maduro «anda a apanhar bonés»

«Só vai para a Função Pública quem não tem lugar no privado»