Constança Cunha e Sá criticou, esta segunda-feira, o Presidente da República por «insinuar» que o Governo lhe escondeu informação relevante sobre o caso BES, ao dizer que espera ter sido informado em primeiro lugar pelo Executivo.

«O Presidente da República mencionou a Constituição para dizer que o Governo tem a obrigação de o informar em primeira mão de todas as informações relevantes e depois diz que espera que isso tenha acontecido. Ora, isto é uma insinuação direta ao Governo. O que, no fundo, o Presidente da República está a dizer é que não tem a certeza que o Governo lhe tenha prestado as informações relevantes», sublinhou a comentadora na TVI24.

Para Constança Cunha e Sá, «o que espanta aqui é este empurrão para cima do Governo (...)». A comentadora defende que o caso é «demasiado grave para ficar tudo em águas de bacalhau», como se não se tivesse passado nada. «Um Presidente da República não pode pôr em causa a informação que o Governo lhe dá e, no país, isso não levantar qualquer sobressalto. Espero que o Presidente da República explique muito bem o que quis dizer com isto», rematou.