Para Manuela Ferreira Leite, um eventual aumento do IVA tem os mesmos efeitos que o corte das pensões da função pública.

«Os efeitos recessivos são maus se houver aumento de impostos. Mas, do ponto de vista global, ao retirar-se rendimento ao conjunto da população, os efeitos são os mesmos», afirmou.

Na TVI24, a antiga ministra das Finanças afirma não compreender por que é que o Governo diz que um chumbo do Tribunal Constitucional implica medidas mais gravosas.

«Se o corte vale 300 e tal milhões de euros, qualquer outra medida alternativa não tem de valer mais do que isto. Não percebo por que tem de haver uma medida mais danosa», explicou.

Ferreira Leite espera ainda que a convergência de pensões seja inconstitucional. «À primeira vista parece que é. Tem de haver um plano B e não acho bem que se siga que não haja», disse.