Augusto Santos Silva diz que se Passos Coelho não resolve o problema orçamental do país equacionando apenas o aumento de impostos ou o corte de salários.

«Aumento de impostos ou cortes salariais não resolvem problema orçamental. O problema orçamental português só se resolve intervindo numa despesa específica que o Estado tem, e que tem vindo a aumentar, que é a despesa com juros. Só para terem uma ideia, antes da crise o Estado português gastava menos de 3% do Produto Interno Bruto no serviço da dívida e em 2013 gastou 4,3% do PIB. A diferença daria para acomodar todos os cortes que foram feitos nos salários e nas pensões», afirmou o comentador da TVI24, nesta terça-feira, no programa «Política Mesmo».