Augusto Santos Silva entende que o PS se deve sentar à mesa com o Governo para discutir a reforma do Estado. Na TVI24, nesta terça-feira, o comentador afirmou, no entanto, que o apelo de Paulo Portas ao consenso soa a falso porque o Governo apresenta propostas que provocam os socialistas.

«Esse apelo de Portas ao consenso soa um bocadinho a falso», disse o antigo ministro, considerando, porém, que o Partido Socialista devia entrar no debate sobre a reforma do Estado.

«É uma proposta política que significa criar mercados paralelos com financiamento público. Essa proposta é inconstitucional e exige revisão constitucional. O PS nunca poderá aceitar a revisão constitucional com estas caraterísticas», considerou.