O líder da bancada do PSD na Assembleia Municipal, Saldanha Serra, pediu esta segunda-feira, numa carta dirigida ao presidente da Câmara, António Costa, a convocação «urgente» do Conselho Municipal de Segurança, necessidade reforçada pelos incidentes no Bairro Portugal Novo, refere a Lusa.

«A situação ocorrida nas Olaias, no Bairro Portugal Novo, apenas vem reforçar, se necessário fosse, a urgência em debater, no foro alargado e interdisciplinar que constitui aquele Conselho, a segurança na cidade de Lisboa, no sentido de definir respostas e congregar esforços para a sua implementação no terreno», lê-se na carta.

O grupo municipal do PSD na Assembleia Municipal declara a sua «total disponibilidade» para «contribuir, de forma positiva, para encontrar resposta para os vários problemas de segurança que afectam a cidade».

Para os deputados sociais-democratas, o Conselho Municipal de Segurança deverá discutir igualmente «o encerramento crescente de esquadras na cidade de Lisboa e o abandono de uma política de policiamento de proximidade, ao contrário daquilo que o actual Governo prometera».

A «ocorrência muito elevada de incêndios», as «consequências do actual contexto social e económico no aumento da criminalidade» e a «falta de agentes em número suficiente para a Polícia Municipal» são outros assuntos que os sociais-democratas querem ver debatidos naquele foro.