O Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, foi, esta quarta-feira de manhã, uma das primeiras personalidades a prestar homenagem ao presidente honorário do PS e antigo presidente da Assembleia da República, Almeida Santos, que morreu segunda-feira aos 89 anos.

Eram cerca de 10:15 quando Cavaco Silva, acompanhado pelo chefe da Casa Civil da Presidência da República, chegou à Basílica da Estrela acompanhado pelo chefe da Casa Civil da Presidência da República à Basílica da Estrela, onde o corpo de Almeida Santos está desde terça-feira à tarde em câmara ardente.

Antes do Presidente da República, que não prestou declarações aos jornalistas, tinha já entrado na Basílica da Estrela o antigo presidente do CDS Adriano Moreira.

Até às 11:00, tinham já também passado pela igreja do centro de Lisboa o antigo presidente da Assembleia da República Mota Amaral, a procuradora Geral da República, Joana Marques Vidal, o ex-líder do CDS-PP Ribeiro e Castro, o antigo ministro socialista Alberto Costa, a deputada do PS Sónia Fertuzinhos e o deputado do partido ecologista Os Verdes, José Luís Ferreira, segundo a Lusa.