O presidente da Assembleia da República, Jaime Gama, manifestou esta segunda-feira pesar ao seu homólogo guineense pelas mortes do Presidente da República e do chefe das Forças Armadas da Guiné-Bissau, noticia a Lusa.

«Nino» Vieira assassinado (vídeo)

«Profundamente consternado últimos acontecimentos, apresento Vossa Excelência dupla qualidade Presidente da Assembleia Nacional Popular e Presidente da República Interino expressão maior pesar pelas mortes Presidente Nino Vieira e CEMGFA Tagmé Na Waié», lê-se no telegrama de Jaime Gama a Raimundo Pereira.

Jaime Gama, que visitou oficialmente Bissau de 16 a 18 de Fevereiro, manifesta ainda «votos sinceros de que a normalização institucional da Guiné-Bissau ocorra o mais brevemente possível».

O Presidente guineense, João Bernardo «Nino» Vieira, foi assassinado esta segunda-feira por militares na sua residência em Bissau, horas depois do Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas, general Tagmé Na Waie, ter sido morto num atentado à bomba.