O PSD lamentou na quinta-feira a morte do antigo presidente sul-africano Nelson Mandela considerando que «morreu um homem bom, que acreditava na liberdade» e que «deixa ao mundo um legado de paz e crença na humanidade».

«O PSD - Partido Social Democrata expressa o seu enorme pesar pelo desaparecimento, aos 95 anos de idade, de Nelson Mandela, um dos grandes líderes da nossa era», lê-se num comunicado do secretário-geral deste partido, José Matos Rosa.

O PSD descreve Nelson Mandela como um «incansável lutador pela liberdade e direitos do homem» e «um homem de uma enorme bondade, reconhecido com o Nobel da Paz em 1993, pela sua capacidade conciliadora e compaixão», que «deixa ao mundo um legado de paz e crença na humanidade», cita a Lusa.

Mandela, o negro que foi «muito brando» com os brancos

Mandela: Cavaco Silva lamenta morte de «figura maior»

Nelson Mandela: Passos lamenta morte de «referência inspiradora»