O Governo português acompanha «com preocupação» a situação em Hong Kong, palco há mais de uma semana de protestos pró-democráticos, e «segue atentamente» as tentativas para encontrar uma solução, disse hoje o ministro dos Negócios Estrangeiros.

«Estamos a acompanhar naturalmente com preocupação, porque a situação se reveste de alguns perigos e é extremamente importante, dadas as relações que temos com Hong Kong e a proximidade de Macau, e, por outro lado, as relações que temos com a China, que a situação se mantenha controlada», disse Rui Machete, questionado sobre a situação numa conferência de imprensa.

O ministro português elogiou por outro lado «atitudes dos manifestantes e do executivo de Hong Kong que têm permitido evitar situações mais graves» e disse seguir «muito atentamente o que está a ocorrer e as tentativas que estão a ser feitas para que a situação evolua de forma satisfatória».

Rui Machete falava à imprensa após um encontro de trabalho com o homólogo dinamarquês, Martin Lidegaard.