«Da conversa que tivemos com a ministra das Finanças concluímos que o Governo quer tornar definitivo o que era provisório», afirmou o parlamentar, referindo-se às medidas de austeridade em vigor nos últimos anos, como os cortes salariais e nas prestações sociais, bem como o agravamento dos impostos nos últimos anos.