desta tarde de António Costa

“É visível que o Partido Socialista nunca pretendeu negociar com a coligação PSD/CDS um acordo que viabilizasse um Governo de quem ganhou as eleições. As declarações de hoje são objetivamente o princípio da pressão sobre o Presidente da República. O PS não deseja, e vai ter de assumir essa responsabilidade, estou convencido, que é ter de rejeitar o Governo que vai sair da coligação que ganhou as eleições.”




palavras que ouvi é


“O que António Costa foi dizendo ao longo dos últimos meses tem sido negado pela realidade. Costa pediu uma maioria absoluta e teve uma derrota absoluta, e agora quer governar com uma maioria absoluta que não é dele, que não lhe foi dada. Quem votou no Bloco de Esquerda e no Partido Comunista não votou pelas mesmas razões que os milhões de portugueses que também votaram no PS.