Bloco cancela iniciativa por causa da morte de Miguel Portas

«Jornadas contra o Governo da Troika» começavam esta quinta-feira, no Porto

Por: tvi24 / MM    |   26 de Abril de 2012 às 14:39
O Bloco de Esquerda suspendeu as «Jornadas contra o Governo da troika», que começavam esta quinta-feira no Porto e se prolongavam até sábado, passando por Braga e Lisboa, devido à morte do eurodeputado e fundador do Bloco de Esquerda, Miguel Portas.

Em comunicado enviado à Agência Lusa, o Bloco de Esquerda anuncia que «o falecimento de Miguel Portas, fundador e dirigente do Bloco de Esquerda, deputado ao Parlamento Europeu, determinou a suspensão das Jornadas Contra o Governo da Troika, cujo início estava agendado para hoje, no distrito do Porto e que se prolongariam em Braga e Lisboa».

No comício desta quinta-feira, no Mercado Ferreira Borges, no Porto, com início marcado para as 22:00, estaria o coordenador da comissão política do Bloco de Esquerda, Francisco Louçã.
PUB
Partilhar
EM BAIXO: Miguel Portas - ANTÓNIO COTRIM/LUSA
Miguel Portas - ANTÓNIO COTRIM/LUSA
COMENTÁRIOS

PUB
«Não foi a PT que fez cair o BES, foi o BES que fez cair a PT»

Henrique Granadeiro aponta o dedo a Morais Pires e Joaquim Goes, por terem conhecimento dos problemas do GES e não terem alertado a Portugal Telecom. O ex-presidente da PT garante que só em maio detetou um «primeiro indício» desses problemas, mas admite que já antes existiam «rumores», que iam sendo desvalorizados devido às declarações da ministra das Finanças, do governador do Banco de Portugal e do Presidente da República