Bloco cancela iniciativa por causa da morte de Miguel Portas

«Jornadas contra o Governo da Troika» começavam esta quinta-feira, no Porto

Por: tvi24 / MM    |   26 de Abril de 2012 às 14:39
O Bloco de Esquerda suspendeu as «Jornadas contra o Governo da troika», que começavam esta quinta-feira no Porto e se prolongavam até sábado, passando por Braga e Lisboa, devido à morte do eurodeputado e fundador do Bloco de Esquerda, Miguel Portas.

Em comunicado enviado à Agência Lusa, o Bloco de Esquerda anuncia que «o falecimento de Miguel Portas, fundador e dirigente do Bloco de Esquerda, deputado ao Parlamento Europeu, determinou a suspensão das Jornadas Contra o Governo da Troika, cujo início estava agendado para hoje, no distrito do Porto e que se prolongariam em Braga e Lisboa».

No comício desta quinta-feira, no Mercado Ferreira Borges, no Porto, com início marcado para as 22:00, estaria o coordenador da comissão política do Bloco de Esquerda, Francisco Louçã.
PUB
Partilhar
EM BAIXO: Miguel Portas - ANTÓNIO COTRIM/LUSA
Miguel Portas - ANTÓNIO COTRIM/LUSA
COMENTÁRIOS

PUB
Requisição civil permite realizar todos os voos previstos

Depois do braço de ferro com os sindicatos e de vários apelos, o Executivo anunciou em Conselho de Ministros que decreta a requisição civil para evitar a greve na TAP. Objetivo é minimizar o impacto da greve de quatro dias, entre o Natal e o Ano Novo, que foi convocada por 12 sindicatos para contestar o relançamento da privatização da companhia aérea. O anúncio foi feito pelo ministro da Economia, Pires de Lima, que justificou: é «uma situação excepcional»