A campanha para as autárquicas está na reta final - as eleições são já no domingo - e a aquecer em Matosinhos. O candidato independente Narciso Miranda disse hoje à Lusa que é “o único” que tem uma visão estratégica para o concelho. Acusou mesmo os seus adversários de terem “andado a reboque” das suas propostas.

Fui o único com uma visão estratégica, fui o único que não atacou ninguém, fui o único que valorizou o debate eleitoral e fui o único a apresentar propostas para o futuro do concelho, tendo deixado os outros candidatos sem capacidade de resposta, levando-os a andar a reboque das minhas medidas”

Durante uma arruada pela Senhora da Hora, logo pela manhã, Narciso Miranda lembrou que depois de anunciar que ia baixar o Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI), de apresentar uma política habitacional de segunda geração para não deixar fugir os jovens e de defender a extensão do metro, o fim aos bloqueamentos de trânsito na Autoestrada 28, a alteração da rampa de acesso íngreme ao hospital, o fim da concessão dos lixos e a isenção das empresas com faturação até meio milhão de euros de Derrama, todos os candidatos o seguiram e defenderam o mesmo.

Só falta todos concordarem em acabar com a caça à multa, mas até ao último minuto da campanha eleitoral vou conseguir que todos concordem”.

Por estas razões, apelou aos eleitores para votarem em si, sublinhando que já esteve na liderança da câmara e que deu provas de que conhece Matosinhos, tem capacidade reivindicativa e consegue dar voz ao concelho.

O independente, que entre 1977 e 2005 liderou o município pelo PS, declarou que vale a pena ir votar para acabar com a liderança dos mesmos, reforçando que votar no PS é votar no mesmo, na perda de voz e influência e na falta de experiência.

“A minha convicção é de que no domingo vou ganhar as eleições porque tenho sido muito acarinhado e isso é bom”, sustentou.

São candidatos à Câmara Municipal de Matosinhos, no distrito do Porto,:

  • Luísa Salgueiro (PS)
  • Jorge Magalhães (PSD)
  • José Pedro Rodrigues (CDU)
  • Ferreira dos Santos (BE)
  • Filipe Cayolla (PAN)
  • António Parada (independente com apoio do CDS-PP)
  • Narciso Miranda (independente)

O município é liderado por Eduardo Pinheiro, do grupo de cidadãos Guilherme Pinto por Matosinhos (fundado pelo anterior presidente do executivo, que morreu em janeiro deste ano).