Jerónimo acusa PR de arrastar decisão