Marisa Matias chegou muito sorridente e recebeu abraços e aplausos até ao palco. Os resultados provisórios dão-lhe presença no pódio destas eleições presidenciais, com um terceiro lugar, mais de 9% dos votos e o dobro daqueles que Maria de Belém recebeu. O objetivo da segunda volta não foi atingido, e ela assume-o, mas isso não lhe tirou a expressão feliz.

"Estes resultados também demonstraram que há enorme onda de esperança no nosso país que está a fazer o seu caminho. Este resultado é uma expressão muito clara", eis as primeiras palavras da candidata.

Sobre se foi na sua candidatura que algo correu mal para não haver uma segunda volta, foi taxativa:

"Penso que ficou claro que esta candidatura foi buscar votos a vários setores da sociedade e seguramente foi buscar votos à abstenção e à desistência. Penso que não foi nesta candidatura que houve um problema para não haver segunda volta". 


Para as pessoas que durante toda a pré-campanha e campanha lhe transmitiram os seus problemas, deixa a promessa: "Não as esquecerei e não vou desisir. Comigo podem contar sempre".

Recebendo muitos aplausos, Marisa antecipou ainda: "Juntos vamos conseguir, estou segura disso, muito obrigada". 

"Marisa, Marisa, Marisa, Marisa, Marisa" e muitos aplausos ao discurso foi o que a candidata recebeu em troca.

Mariana Mortágua, que passou a noite eleitoral na TVI, defendeu que Marisa Matias pode "fazer muito" com este resultado, elogiando a sua "clareza política e sem ambiguidades" durante toda a campanha eleitoral.