A eurodeputada Maria João Rodrigues acredita que o novo presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, é uma promessa de viragem na Europa, mas avisa que há «divergências» entre os Estados-membros sobre esta nova visão.

«Juncker vem com outra abordagem, porque reconhece que houve uma aposta excessiva na austeridade, e comprometeu-se com uma viragem a favor do crescimento, do investimento e do emprego», disse, na TVI24.

Apesar do «grande empenhamento» em promover «três grandes áreas de investimento» - a economia verde, economia digital e educação -, a socialista avisa que «vai ser complicado discutir onde arranjar o dinheiro», admitindo «divergências» entre os Estados-membros.