"As críticas que foram feitas por parte da oposição revelam o nervosismo que eu julgo que é natural da parte da oposição relativamente a esta proposta de acordo que os líderes [dois partidos] anunciaram", disse o dirigente do PSD.


“Foi com alguma estranheza que ouvimos umas críticas muito pouco sustentadas da parte do Partido Socialista e do líder do Partido Socialista à nossa coligação”, respondeu Marco António Costa, considerando que esta aliança “é um ato natural”.