Marcelo Rebelo de Sousa foi eleito Presidente da República com 2.413.956 votos (52,0%) num universo de 4.744.597 votantes, segundo os resultados do apuramento da Comissão Nacional de Eleições publicados hoje em Diário da República.

De acordo com o mapa oficial dos resultados da eleição para o Presidente da República, realizada no passado dia 24 de janeiro, estavam inscritos para votar no sufrágio 9.751.398 eleitores.

Marcelo Rebelo de Sousa obteve 2.413.956 votos, equivalentes da 52,0% dos votos expressos, enquanto António Sampaio da Nóvoa conseguiu 1.062.138 votos (22,88%).

A candidata do Bloco de Esquerda (BE), Marisa Isabel dos Santos Matias, conseguiu 469.814 votos (10,12%).

Vitorino Silva (Tino de Rãs) conseguiu 152.374 votos (03,28%), enquanto Maria de Belém Roseira obteve 196.765 sufrágios (04,24%).

O candidato Henrique Neto conseguiu 39.163 votos (0,84%), Cândido Ferreira 10.609 votos (0,23%) e Edgar Silva 183.051 votos (03,94%).

Paulo Morais obteve 100.191 votos (02,16%), enquanto Jorge Sequeira conseguiu 13.954 votos (0,30%).

De acordo com a CNE, foram ainda apurados 58.964 votos em branco e 43.588 votos nulos.

Marcelo Rebelo de Sousa, 67 anos, ex-presidente do PSD, tornou-se o quinto Presidente da República eleito desde o 25 de Abril de 1974, numas eleições em que se registou uma abstenção de 51,4%. Na eleição votaram 48,66% dos inscritos.

Antigo líder do PSD, Marcelo Rebelo de Sousa vai tomar posse como Presidente da República a 09 de março.

Nos termos da Constituição, o Presidente eleito toma posse perante a Assembleia da República no último dia do mandato do Presidente cessante.