A candidata presidencial Marisa Matias advertiu hoje que se Marcelo Rebelo de Sousa for o próximo Presidente da República, os direitos fundamentais consagrados na Constituição deixam de estar garantidos.

Em declarações aos jornalistas, na estação ferroviária do Cais do Sodré, em Lisboa, a candidata apoiada pelo Bloco de Esquerda lembrou as declarações feitas pelo candidato Marcelo Rebelo de Sousa, no início desta semana, em que este afirmou que a Constituição deve ser interpretada de acordo com o momento da sua aplicação.

“É um aviso que [Marcelo Rebelo de Sousa] faz aos portugueses e a forma como confessou de que, para ele, os direitos consagrados na Constituição não são garantias”, apontou Marisa Matias.

No entendimento da candidata, a afirmação de Marcelo Rebelo de Sousa é uma “revelação importante”, que mostra que “com ele, a saúde, educação, habitação, justiça, direitos do trabalho são direitos que têm dias”.

“Para mim não têm dias e não será consoante os ventos que soprem de Berlim ou de Bruxelas que eles serão direitos mais constitucionais ou menos”, garantiu a candidata presidencial.