O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, anunciou hoje que vai condecorar o histórico socialista Manuel Alegre com a Grã-Cruz da Ordem de Sant'Iago de Espada, um "ato de justiça" a uma "voz de liberdade e consciência nacional".

Na cerimónia na qual a Sociedade Portuguesa de Autores (SPA) celebra o Dia do Autor, onde entregou o prémio de consagração de carreira ao escritor Manuel Alegre, Marcelo Rebelo de Sousa afirmou que o histórico socialista "é uma voz de liberdade e uma voz de consciência nacional".

"O Presidente da República também aqui deve praticar um ato de justiça. E um ato de justiça traduz-se em dizer que decidiu condecorar Manuel Alegre com a Grã-Cruz da Ordem de Sant'Iago de Espada", anunciou.

Na opinião do chefe de Estado "Portugal também foi grande e é grande porque Manuel Alegre é português".