O Presidente da República considerou, este domingo, que a vitória no europeu de futebol "é Portugal no seu melhor" e "um momento único na vida", enaltecendo a resistência, a união e a capacidade de aguentar tudo da seleção nacional.

No Stade de France, em Saint-Denis, onde decorreu a final do campeonato da Europa de futebol, Marcelo Rebelo de Sousa, em declarações à RTP, começou por recordar que sempre acreditou na vitória de Portugal.

Sofremos muito, mas mostramos aquilo que somos, resistentes, unidos, capazes de aguentar tudo. Aquela contrariedade do Cristiano Ronaldo, as dificuldades enormes em relação a cargas aos nossos jogadores, o cansaço enorme e depois a capacidade de mudar a tática, refazer o jogo, dominar o prolongamento, nomeadamente a segunda parte, com uma inteligência, que é Portugal no seu melhor", enfatizou.

O Presidente elogiou "tudo" em relação à seleção nacional - "o que fomos, como nos mudamos, como nos ajustamos, como é que num ambiente hostil ganhamos, como é que temos uma alegria".

Marcelo Rebelo de Sousa vincou ainda que este "é um momento único de facto na vida".

Esta gente que estava a vibrar, a pensar nestes portugueses que vivem aqui e em todo o mundo e que muitas vezes sofrem coisas incríveis e a alegria que vão ter amanhã ao aparecerem nos seus empregos e serem os campeões. Nós somos o máximo", enalteceu.

O Presidente da República anunciou que vai condecorar na segunda-feira os 23 jogadores da seleção nacional com o grau de comendador da Ordem do Mérito, que hoje venceu o campeonato europeu de futebol.

Portugal sagrou-se hoje campeão da Europa de futebol pela primeira vez na sua história, ao bater na final a anfitriã França por 1-0, após prolongamento, em encontro disputado no Stade de France, em Saint-Denis.