Marcelo Rebelo de Sousa, em reação ao incêndio de Monchique, disse ao telefone que capacidade de resposta e os meios não têm comparação com a situação vivida há um ano.

O Presidente diz que este é o tempo dos operacionais e que por isso não vai a Monchique nem a Marvão.

"Não se justifica a minha ida a Monchique ou a Marvão", sublinhou o Presidente da República.

Elogiou ainda a resposta rápida tendo em conta as temperaturas tão elevadas.

"A resposta dos bombeiros tem sido rápida", afirmou.

As chamas estão a ser combatidas por mais de 1000 operacionais, com apoio de 265 viaturas. Pelas 22:00, as chamas estavam já à entrada da vila de Monchique, com as autoridades a obrigarem à evacuação de várias habitações nas imediações de Monchique.

A Proteção Civil, em conferência de imprensa, admitiu a possibilidade de algumas casas terem ardido.

O Presidente da República disse que está a acompanhar permanentemente a situação em Monchique, sublinhando a capacidade de resposta no combate ao fogo.