O chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou que não se encontrou com o ex-Presidente dos Estados Unidos Barack Obama, que esteve esta sexta-feira à tarde no Porto, porque não foi possível compatibilizar os programas.

Não, porque eu cheguei precisamente quando já tinha terminado a conferência e penso que o Presidente Obama estava a partir, não foi possível compatibilizar agendas”, adiantou Marcelo à margem da inauguração da exposição “Boa Viagem, Senhor Presidente! 100 anos da Primeira Visita de Estado”, na Alfândega do Porto.

Apesar de não ter estado com Barack Obama, o Presidente da República recordou um encontro que teve com ele em 2016, na Assembleia-Geral das Nações Unidas, caracterizando-o como uma pessoa “muito simpática” e com um “carinho especial” por Portugal.

O seu fotógrafo era açoriano e então, na altura em que estávamos juntos, chamou-o para que se falasse um pouco dos Açores e de Portugal. Tem esse toque”, referiu.

Obama esteve na cimeira “Climate Change Leadership”, realizada no Coliseu do Porto, destinada a debater as alterações climáticas e a lançar um acordo de compromisso por uma economia mais verde e sustentável.