O Presidente da República falou nesta quinta-feira com a mãe das duas crianças portuguesas feridas no incêndio no edifício Grenfell, em Londres, que lhe disse que elas estão livres de perigo e apresentam melhoras.

Numa nota enviada à agência Lusa, a Presidência da República refere que Marcelo Rebelo de Sousa "falou esta manhã com a mãe das crianças portuguesas feridas no incêndio que ainda estão internadas, para se inteirar do seu estado de saúde e desejar as rápidas melhoras".

"Segundo a mãe, as crianças estão livres de perigo e apresentam sinais de melhoras significativas", adianta a Presidência da República, na mesma nota.

Esta foi a segunda nota do chefe de Estado sobre este incêndio num edifício em Londres, na madrugada de quarta-feira, que matou pelo menos 17 pessoas.

Logo na quarta-feira, Marcelo Rebelo de Sousa expressou "solidariedade para com todas as famílias atingidas", manifestando "especial cuidado com as duas crianças portuguesas feridas no incidente, bem como com as famílias portuguesas atingidas".

A polícia de Londres elevou hoje para 17 o número de mortos no incêndio no edifício Grenfell - uma torre com 24 andares e 120 apartamentos, onde viviam entre 400 e 600 pessoas - e referiu ainda que há dezenas de desaparecidos.

De acordo com fonte da Secretaria de Estado das Comunidades, dez portugueses residiam em três apartamentos do prédio que ardeu e duas crianças portuguesas estão internadas, mas fora de perigo.