O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, participou este domingo na procissão de Nossa Senhora da Saúde, que percorreu várias ruas de Lisboa, tendo ouvido aplausos e palavras de incentivo em diversos momentos do trajeto.

Acompanhado pelo presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, o chefe de Estado - que não prestou declarações aos jornalistas - entrou na procissão no fim da rua da Palma, descendo esta artéria, no sentido do rio Tejo, até à zona do Martim Moniz, passando depois pela praça da Figueira, antes de ouvir a bênção final da procissão, pelo bispo das Forças Armadas e de Segurança, Manuel Rodrigues Linda.

Ao longo do trajeto, onde também esteve o chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas, Pina Monteiro, Marcelo Rebelo de Sousa foi ovacionado por diversas vezes por cidadãos que acompanhavam a procissão.

No final, junto à Capelinha da Nossa Senhora da Saúde, na Mouraria, o Presidente da República cumprimentou diversas pessoas, entre cidadãos, responsáveis da Câmara de Lisboa, de juntas de freguesia locais e outras figuras de várias áreas, como, por exemplo, a fadista Mariza.

O presidente da Câmara, Fernando Medina, enalteceu a presença de Marcelo Rebelo de Sousa na cerimónia, sublinhando a "ligação especial" do chefe de Estado à cidade de Lisboa, "onde exerceu funções", e o "sinal de valorização das forças de segurança", dado pelo Presidente.

As zonas da Mouraria e da Baixa de Lisboa foram este domingo cenário da tradicional procissão de Nossa Senhora da Saúde, uma das mais emblemáticas e a mais antiga da capital portuguesa.

Em 2015, com Cavaco Silva como Presidente da República, foi a mulher do antigo chefe de Estado, Maria Cavaco Silva, que acompanhou a cerimónia.