O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, fechou este sábado uma visita oficial de três dias à Madeira declarando ter ficado "entusiasmado" com a visão do presente, mas "a pensar no futuro", que a região autónoma lhe mostrou.

Saio entusiasmado com as perspetivas daquilo que se quer fazer no presente a pensar no futuro", vincou o chefe de Estado, antes de abandonar a ilha do Porto Santo - última passagem da visita de três dias - rumo a Lisboa.

O Presidente da República apresentava aos jornalistas um balanço do entusiasmo que diz ter sentido na Madeira, não só nos - recorrentes - contactos com a população, mas também nas visitas que fez a espaços como o núcleo museológico Jorge Brum do Canto, que hoje inaugurou na ilha do Porto Santo.

A autonomia faz-se todos os dias. Valeu muito a pena ter vindo cá no começo do mandato", acrescentou o chefe de Estado.

A visita de Marcelo deu-se a propósito do dia da Região Autónoma da Madeira e das Comunidades Madeirenses, que aconteceu na sexta-feira.

O chefe de Estado havia chegado na quinta-feira à noite e viu já na ilha o jogo de Portugal contra a Polónia no Europeu de futebol que decorre em França, tendo tido no dia seguinte várias iniciativas no Funchal.

Esta foi a primeira visita oficial de Marcelo Rebelo de Sousa como Presidente da República à Madeira, mas foram várias as vezes em que o chefe de Estado assinalou que iria voltar "muitas mais vezes" à região.