O candidato às últimas presidenciais António Sampaio da Nóvoa desejou hoje "todas as felicidades" ao novo chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, acrescentando que este é agora o "Presidente de todos os portugueses".

"Há um novo Presidente, o Presidente de todos os portugueses, também é o meu Presidente", sublinhou Sampaio da Nóvoa, que ficou em segundo lugar nas últimas eleições presidenciais, realizadas em janeiro deste ano.

Nóvoa - que falava no parlamento, onde assistiu à tomada de posse de Marcelo - advogou que o país precisa de "discursos de unificação, que juntem as pessoas" numa "visão de futuro" em prol de Portugal, que "tem todas as possibilidades de ser um país de referência no século XXI".

"É tempo de união para olhar para o futuro", prosseguiu o antigo reitor e candidato a Belém.

O novo chefe de Estado prometeu hoje que será o Presidente de "todos sem exceção", do princípio ao fim do mandato, sem querer ser mais do que a Constituição permite ou aceitar menos do que a Lei Fundamental impõe.

"Um Presidente que não é nem a favor nem contra ninguém. Assim será politicamente, do princípio ao fim do seu mandato", afirmou Marcelo Rebelo de Sousa, no discurso na cerimónia em que tomou posse como Presidente da República, que decorreu na Assembleia da República, e que foi aplaudido no final pelas bancadas de PSD, PS e CDS de pé.

O deputado único do PAN aplaudiu sentado, enquanto as bancadas do PCP, BE e PEV não aplaudiram o discurso do novo Presidente da República.