“Esse equilíbrio é um equilíbrio que temos de admitir talentoso. É um equilíbrio que eu espero que seja atingido. Isso era bom para o país, claro”.







Maria de Belém e as subvenções: “Não quero pessoalizar”