O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, saudou a descida da taxa de desemprego para 9,2% em maio e considerou que se trata da "continuação de uma evolução já prevista".

O chefe de Estado falava a propósito dos dados hoje divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), que reviu em baixa a taxa de desemprego de maio para 9,2%, o valor mais baixo desde 2008, e estimou, para junho, uma nova descida para 9,0%.

É a continuação de uma evolução já prevista", afirmou Marcelo Rebelo de Sousa, em resposta aos jornalistas, no final da cerimónia de encerramento do ano letivo no Instituto Universitário Militar.

"E é um fator positivo que se deve reconhecer, não há dúvida", acrescentou, não se alongando mais sobre o tema.